Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal

DFTrans cancela 36,4 mil passes para pessoas com deficiência

22.05.2018

 

 

O Transporte Urbano do DF (DFTrans) suspendeu 36,4 mil cartões do sistema de bilhetagem para usuários de transporte público com deficiência. Os beneficiários não fizeram o recadastramento no prazo determinado e, por isso, não terão acesso à gratuidade.

 

Ao todo, são 64.224 usuários com acesso ao passe para pessoas com deficiência. Destes, apenas 27.828 fizeram a atualização dos dados. Outros 36.396 não procuraram o DFTRans. Eles representam quase 56,6% do montante que tinha direito ao benefício.

 

Com o cancelamento dos passes, o DFTRans calcula que vai economizar até R$ 5 milhões por mês, ou R$ 60 milhões a cada ano. O diretor-geral do órgão, Marcos Tadeu de Andrade, disse não haver suspeita de fraude. “Uma das possibilidades é que as pessoas não tenham como comprovar o direito ao benefício”, destacou.

 

Ainda de acordo com Andrade, quem levar a documentação necessária poderá atualizar o cadastro. Se isso não for feito, o benefício continuará suspenso. Para comprovar que tem direito ao Cartão+Especial, o usuário deve levar um laudo médico justificando a deficiência, RG, CPF, comprovantes de renda e residência, além de foto 3×4.

 

O recadastramento para atualizar as informações começou em novembro de 2017 e terminou em março deste ano. Os usuários deveriam fazer a atualização pelo portal do Bilhete Único de Brasília ou em nos postos da Defensoria Pública do DF.

 

Matéria completa disponível em: https://www.metropoles.com/distrito-federal/transporte-df/dftrans-suspende-365-mil-cartoes-de-passe-para-deficientes

 

Transporte Urbano do Distrito Federal - Governo de Brasília

DFTRANS